Drömma

aisling . dream . rêve . sogno . sonho . sueño . traum . śnić
Drömma Dreaming Logger — Coleção de Sonhos — Sonhário
TROMPETH E CELULARI / indio

Num beco daqueles todo grafitado entre a vila madalena e pinheiros, sentado numa padoca tomando um café com os amigos, avisto do outro lado da rua um cara sentado no meio fio tocando um trompeti, o cara era o Rob Mazureki, o cabra tinha feito um show com o hurtmold na noite anterior, e tava ali meio mendigando uns trocados trompeteando. Chego mais perto pra ver a façanhistica do velho, e o cara se vira e pergunta as horas... no caso falava em portugues tranquilo!! olho pro relógio.. solera pegando. E marcava 23:42... fiquei em duvida... e mostrei o relogio pro cara.. tipo acho que na real são 13:42... nisso chega o Edson Celulari e confirma o horario.. sim são 1:42.. e me explica o que pode ter acontecido... Então olha pro gringo que falava portugues e diz pro cara se cuidar pq poderiam roubar o trompeti dele... Dai eu falei.. nem.. fica tranquilo que o cara da uma soprada no bagulho e toca horror nos magrinho.... o papo seguiu dentro do boteco e o celulari tava feliz pq tava pegando varias guriazinhas na banda.
A puta pobre / Hannap

Sonhei que estava com um gringo velhão comendo na Rocinha. Ele queria conhecer o Rio e a miséria real.

Na mesa estavam eu, o gringo e mais 3 pessoas. Eu falava em inglês com o cara e uma mulher, sentada na minha frente, ria e me corrigia o tempo todo. (no sonho meu i9nglês era perfeito, só que pouco coloquial).

Depois estávamos num carro, eu, Juliana da Tátil, mais um jovem gringo sentados no banco de trás. Na frente uma mulher dirigia o carro e meu pai estava sentado no banco do carona.

Eu e Juliana começamos a nos beijar, ela começou a me seduzir meio enlouquecida. Depois pulou para o colo do jovem gringo e tirou a blusa. A gente se assustou e empurrava ela. Ela pulou para o colo da menina que dirigia. Ficamos com medo. A motorista acelerou sem ver direito e passou voando por uma blitz. Eu tava com muito medo.

Juliana queria suruba.

Depois eu e Juliana estávamos na entrada de um shopping. Ela estava com a cara transtornada de louca.

Queria dar para mim. Descobri que na verdade ela era uma puta, que seduzia e dava para todo mundo, pro André, pro rico. Eu entrei atrás dela no shopping e subimos por uma escada rolante muito estranha, diferente. A escada fazia curvas e mudava a sua inclinação, virava esteira...

Segui ela até o topo do shopping. Ocelular dela tocava sem parar. Eram os homens pra quem ela dava que estavam apaixonados.

Entramos no elevador para descer e eu desmascarei ela. Disse que sabia que ela era puta e pobre, que ostentava mais do que tinha e dei 5 reais pra ela.
Passeio incompleto / L.

Estava caimnhando na rua com o Dimitre e a Agus. De repente, um estouro e um corpo de um cara cai no chão. Dimitre fala "ai" (no sentido de "que merda"). E eu pergunto: o cara se jogou? E Dmtr responde: Não! levou um tiro! Vamos ir por outra rua.
Nova casa / Hannap

Nova casaSonhei que minha casa era muito bagunçada e que ficava de frente para outro apartamento (janela com janela). Eu via tudo o que o vizinho fazia.

Eu tava me mudando. Dimitre estava lá no meu quarto (na casa nova). Acho que eu morava com o Róger. Dimitre disse que mesmo eu me mudando ia continuar tudo igual. Os vizinhos do apartamento da frente vendiam beck.

Eu acordei no outro dia (no sonho) e a Carol Melo Apareceu lea em casa e me disse que eu tava ratiando (viajando) de estudar. Eu estava fazendo um curso e ela disse que eu não deveria fazê-lo.
Propaganda do Corsa (no futuro) / dmtr

sonhei que eu estava numa propaganda do futuro

o mundo era um monte de carro corsa, e um carro corsa com aerofolio era o superheroi, como superman nesse mundo de carros iguais.

de repente todos se transformavam numa especie de chevette russo meio quadrado, e o superheroi se transformava no novo modelo do corsa, vinha a voz do narrador e falava alguma frase de documentario, dando a entender que o corsa era a evolução do chevette
Situações recorrentes em sonhos / Ninaband

Dizem que a gente costuma sonhar com lugares e situações de vidas passadas...por isso não conseguimos identificar onde estamos em nossos sonhos. Não conheço a cidade de Tuparendi, só passei por lá uma única vez, era madrugada e estava bêbada...só me lembro de ter avistado uma igreja. Que nunca vi em meus sonhos. O fato é que esta noite sonhei que estava em uma casa(que na minha compreensão onírica, era onde eu morava) e que falei para a minha mãe que precisava ir para Tuparendi...e ela me disse que eu estava em Tuparendi. Saí na rua, estava chovendo muito, e fui ver a tal da cidade...algumas casas velhas(de madeira e sem tinta) e devia ser outono, pois as pereiras estavam sem folhas. Acordei com o relógio despertando e me lembrei que já tinha sonhado, em outras ocasiões com o fato de que "precisava estar em Tuparendi"...o que eu não entendo é pq!!!
Apedrejados com bolo / Gige

Nossa...sonhei que tinha ido te visitar em SP e tu morava num quarto branco gigante e cheio de vidro e o unico movel era uma cama branca tb....a gente foi dormir e no meio da madrugada uma multidão de gente se reuniu na frente do apto com tochas e bolos de chocolate....eles queriam atirar bolos na gente....dae a gente ficou refugiado e tinha uma janela aberta que entrava bolo e a gente comia.....muito real...chego a lembrar do gosto......
Helicoptero preto da telefonia / dmtr

O sonho anterior a esse foi muito do medo. Eu estava na casa dos meus pais, no computador, quando de repente aparece um helicóptero na janela, quase aterrissado, mas ainda voando. dava pra ver da janela tudo o que tinha dentro do helicóptero. uns aparelhos, e um cara dentro com uma arma. Era dia e a casa toda estava aberta, então eu sai correndo pro corredor, e comecei a tentar fazer as pessoas da familia esconder debaixo da cama, enquando no meio tempo eu fechava as venezianas

o que aconteceu depois foi o esclarecimento do ocorrido. a arma era um equipamento para consertar telefonia, e a empresa tercerizada utilizava helicópteros pretos, ia nas janelas das casas q tinham problema e consertavam com equipamentos parecido com armas.
Reality show / L.

Sonhei que assistia um reality show e, quando me dei por conta, estava lá assistindo ao vivo. Era uma festa e tinha uma jacuzzi com várias pessoas tomando banho. O mais estranho pra mim era um casal de lésbicas que eram tri bonitas, mas ambas tinham metade da cabeça raspada e a outra metade um cabelão alisado de chapinha. No sonho era uma moda nova...
absent / que se Dane a Luz

em preto e branco, sonhei com Camille C. submersa na água de uma banheira.

Eu não sabia se ela voltaria a sair da água, mas depois me vi dentro da banheira segurando-a no colo, e acariando seu corpo que não sei dizer se vivo.