Drömma

aisling . dream . rêve . sogno . sonho . sueño . traum . śnić
Drömma Dreaming Logger — Coleção de Sonhos — Sonhário
LaisP
de
que
a
um
o
com
uma
para
em
me
da
do
eu
era
estava
no
as
meu
bem
tinha
mais
se
ele
na
mas
por
não
os
muito
ela
eram
das
dos
como
apenas
minha
meio
estavam
ao
parecia
ainda
algum
O
onde
sem
dele
tinham
pessoas
motivo
quando
pouco
mesmo
também
cor
meus
lado
depois
azul
havia
sonho
enquanto
casa
ou
ver
A
tão
pelo
fui
sua
todo
frente
outras
lugar
ter
vi
seu
Eu
outra
duas
branco
até
sobre
metal
rua
outro
mão
forma
alguns
pessoa
nos
comigo
dia
toda
vez
dela
atrás
parte
cada
tipo
tudo
ir
haviam
ficava
coisa
completamente
desenhos
vezes
segunda
cabelos
queria
minhas
ser
é
Dimi
pareciam
sempre
assim
Ela
quanto
tinta
dizia
tentar
mim
lembro
isso
vestido
elas
chão
à
0
todas
algumas
capa
espelho
escuro
alguma
tal
outros
Era
usava
cores
correndo
dois
tirar
tela
passei
tempo
via
cores,
deveria
água
hora
As
seria
cima
começou
pela
tecido
janela
formato
E
entre
fazendo
quem
amigos
umas
teria
extremamente
casa,
demais
jeito
três
primeira
Todos
verde
grande
pegar
passava
aquilo
encontrei
tons
Por
balas
mulher
que,
olhar
sentia
Não
ficar
comigo.
peguei
árvores
brilhantes
número
resolvi
qual
passou
amigo
madeira
Como
cabeça
tamanho
desisti
achei
mim.
prateleiras
muitas
doce
arrumar
Lembro
bolo
doces
presente
acordei
caixa
cidade.
logo
pintar
dele,
vermelho
pensando
Algumas
dedo
tintas
pedaço
aquelas
quarto
entrou
num
saiu
começo
Na
homem
direto
verde.
tom
sonho,
rosa
mostrava
calçada
ficavam
tentava
morava
linhas
flores
comer
amigas
centro
metade
mansão
dar
igreja
às
tipos
preta.
pendurar
óculos
casa.
filho
acabei
caso
durante
idêntico
festa
complicado
colocar
baixo
numa
Enfim,
essa
fofo
dourado,
brilhante
almofada,
junto
pediu
porta
ficamos
lotado
dessas
Me
palma
madeira,
além
descer
única
doce,
furos
platéia
conversa
notas
frase
palco
feitas
bomba
lembravam
fundo
bancos
estilo
apartamento
tela.
aqui
procura
dourado
caindo
andava
deparei
aos
igreja.
finas
verdade
quarto,
filme
está
preto.
desenho,
piano
adornos
série
bastidor
Resolvi
máquina
vermelha,
exigiam
passavam
chegou
fosse
direita
vermelha
trama
transformaria
malha
vidro
potes
seguia
limite
vidros
coloridas
discos
tampa,
separadas
feita
nenhuma
achava
Uma
morte
porta,
cama.
roupa
paredes,
repente
De
cujos
gordo
explicar
tiros
tanta
lado,
camiseta
trocando
eram.
cozinhando
mudado
ombro,
desgrenhados
banheiro
coloridas,
Sonhei
material
marrom
telinha
camada
pessoa,
massa,
material.
Umas
juntando
neve
claras
pequeninas,
batendo
eu.
bolo,
envernizada
lógica
cachimbo
cuidar.
mão,
variavam
explicava
velhinhas
instrumento,
irmão,
comprar.
Todas
passando
antiga
Paulo,
laranja.Estava
crescido
sabor
desolada.
chorava,
senhora
conseguiria.
assando
filho,
comprimento
flauta
curioso
final
sozinha
motivos
espaços
desnecessário
resultou
escutavam,
irritadas
próxima
escolhida. Cada
mudar
secara.
lotadas
frutas
bonitas
prendê-la
estava,
cerejeira
rosas
decidisse
flautas
convidava
estava.
chimarrão.Sonhei
fundos,
grau
compulsiva,
amiga,
conversava
iam
prédio
quadrado
pequeno
entristecia.
colhendo
cerejas
pêssegos
escolher,
saída,
vermelhos
Pintava
instrumento
flautas,
disponíveis
Entrei
remontar,
celular.
azul,
chão,
amarelo.
surpresos
ensangüentado,
oliva,
indignada
metralhadora.
pistola
meu.
nele.
acertei
acertou
resultado
tiroteio,
pendurado
pescoço
conheci
deserta.Sonhei
olhava
viria
perigosa
demos
pior
telefone
sujando
Sorrindo
cara,
falava.
enforcado,
roupa,
guarda
arara
escapatória,
grandes
quebraram
querer
formulário
esguichar
entrega
surgiam
nome
escrevo
sutiã
preencher
impulso
calças
vesti
português,
azulejo
banheiro,
barraca
vendia
"A4".Sonhei
bom
devo
postal.Sonho
protegia
bigode,
Passei
cabeça,
relógios.
ligar
molhava.Estava
almofadinhas
rapidamente,
jóias
verdadeiro
mistura
regulador.
curiosidade. Caia
torneira
chuveiro,
inundar
inesperadamente
inteira
suave. Eu
querida,
passarem
reluzente.
Sento
rótulo
picles
tela,
comprido
potes,
altas
infância,
Pedro
Giuliano,
infantis
personagens
banco
sentam-se
famosos. Os
Kitty
separados
combinações,
curiosa
ator
famoso
transformação
pornô,
magenta
verdes
gótica
magentas,
realização
goma,
pote
Em
exemplo,
vizinho
atores
picles. Meu
Hello
No
próximas
cores. Os
cauda
Atrás
embalada,
bebido
cervejas,
douradas
taça
teriam
repletas
Pensei
alas
cerveja,
mercado,
camada.Sonhei
concluindo
goma. Muito
chegado.
cerveja
cima."
ganhado
Sidney
Magal
gelo
hóquei
lotada.
grossos,
referindo
continuei
escuto
"Quem
quiser
papelão
pode
vir
caixas
já.Sonhei
primeiros
senhorinha,
resumiu
canto,
continuaria
almofadinha.
nascido
tivesse
transformou
preta. Usava
manhãs
usando-a
boneco
esquerda
misturavam
aniversário
resultar
crochê
detonada
decadente,
trabalho. Neste
vestindo
morrer. Lembro
precisávamos
média/alta,
escolhesse
prédio,
exigindo
desaprovando
apartamento.
bravas,
comprar
gritavam,
cacos
completo.
espalhados
tomaria
escolher
comentou
pintura
estatura
vizinha,
crochê. A
amarelo
achando
escadas
acompanhada
mordomo,
manto,
querido
capa,
volume
empregado,
picles.Usava
divertindo,
sorrindo
aplaudindo
cuidado
contemplar
pedaços.Descubro
sorridente.
metal,
cromado
saia
entrelaçando
tecido,
bordado
cordões
botões
fitas,
maiores
tule
moeda
real.
Usei
burrinho,
Entre
toda,
decidi
apagado.
1
contrário