Drömma

aisling . dream . rêve . sogno . sonho . sueño . traum . śnić
Drömma Dreaming Logger — Coleção de Sonhos — Sonhário
Papai Noel / li

Era natal e eu estava em Curitiba na casa do meu tio. Tudo estava sujo e velho e percebi que ele havia feito um puxadinho, seria sua sacada, no 9 andar. Meu marido entrou e viu que tudo era de vidro, eu senti medo. Meu tio falou que o apartamento tinha um alto pé direito. Meu tio falava com seu filho mais novo. Logo eu estava numa casa grande , de uma turma, seria um natal alternativo. PH chegou vestido de papai Noel e entrou de um jeito lindo e poético, com uma música linda de fundo. Ele distribuiu os presentes que comprei para minha filha, e achei pouco só dois presentes para ela.
sonho antigo não categorizado #3 / gruszka

eu andava por uma Curitiba dos anos 90, construida a partir de retalhos e memórias da minha infância. ninguém conseguia me ver, mas eu parecia estar vivendo um dia normal. me lembro das cabines vermelhas de telefone, e de pontos de ônibus com cobertura branca. a noite de andanças ia chegando ao fim e dando lugar a preocupação de que eu deveria estar de volta ao presente.
/ SL

Eu, X e Y estávamos em um carro muito estranho, não tinha bancos e nem volante e o freio era um botão vermelho do tamanho de uma bola de futebol no meio do vidro da frente. A gente tava conversando sobre picuinhas da vida e X mostrava o controle remoto que finalmente ganhara de seu pai. Quando finalmente chegamos na rua Ijuí eu acelerei o carro sem querer e não consegui apertar o tal do botão vermelho a tempo. O último pensamento foi: "bem que o instrutor da auto escola sempre dizia que eu tinha que aprender a "brecar".
Na serra / li

Estava num balneário da serra, na casa de um casal de amigos. Anoiteceu e fui no mercado. VF passou por mim e veio conversar comigo, perguntava sobre os Estados Unidos e a vida por lá. VF estava muito bonito e charmoso e dava em cima de mim. Segui pelas ruas para ir ao mercado e vi 2 mendigos bêbados e senti medo.
ego problems / gruszka

essa noite sonhei que todas as pessoas pelas quais já tive algum tipo de sentimento estavam reunidas em uma mesa de jantar gigante, posicionada estrategicamente no meio de um saguão vazio. elas conversavam e interagiam umas com as outras, mas não pareciam notar que eu as observava de longe.
Repugnante / li

Recebia um dvd, fui assistir e era de M, ele nu, fazendo poses. Achei nojento e coloquei para frente para ver se tinha algo interessante, mas logo aparecia um velho também nu, parceiro dele, que engoliam um penis preto. Achei repugnante e não conseguia desligar, logo a imagem era de sua esposa, com peitos que iam até o joelho, e mais duas mulheres nuas na cama, tentava desligar e não conseguia, não queria mais ver nada, até que apareceu cena com crianças e eu quase desmaiei. Não queria ter recebido essas imagens.
/ mikael

sonhei que estava numa sala de provas, tinha um quê de ENEM.
havia um clima descontraído em geral.
a Cata vinha de uma outra sala pra acender um cigarro, então o movimento de Cata me dava vontade de levantar também e ver o que havia por ali.
via Isabel sentada ouvindo um cara cantar uma cantiga que a melodia parecia música árabe, ou cigana, algo assim. ao mesmo tempo que eu via Isabel sentada, eu estava no colo dela, e trocávamos carinhos em nossos cabelos (como se eu ainda tivesse, já que estou careca), embaladas na melodia da cantiga que as pessoas daquela sala sabiam cantar. além do moço que cantava tão bonito, tinha também umas mulheres que cantavam. era muito lindo.
sonho antigo não categorizado #2 / gruszka

entrava na minha escola antiga com uma amiga de madrugada, arrombávamos o portão com um alicate e íamos direto para a quadra fechada. lá, sentado sozinho nas arquibancadas, estava um garoto que tinha estudado comigo. ele perguntava o que estávamos fazendo ali, e nos oferecia LSD. dividimos um pedaço, e saimos dali. o sol já estava nascendo, e a praça osório ia se transformando num lamaçal. tentávamos nos agarrar a qualquer coisa, mas escorregávamos e afundávamos cada vez mais.
20.11 / gruszka

essa noite sonhei que tentava desesperadamente embarcar num avião sem rumo, mas chegando ao guichê da companhia, percebia que tinha esquecido meu passaporte em casa.
sonho antigo não categorizado #1 / gruszka

tinha sido convidada para uma festa que aconteceria numa casa de madeira de três andares, abandonada, próxima das ruínas do são francisco. chegando lá, percebi que todos estavam fantasiados, menos eu. entrei, cumprimentei brevemente alguns conhecidos, e subi para o último andar. lá havia uma passagem secreta para um cômodo anexo.

o sonho então corta e eu estou andando com mais duas amigas pelo largo da ordem. já é de manhã, e tem um casamento acontecendo na igreja do rosário, que logo é interrompido para dar lugar a um velório, o próximo evento do dia. os noivos e convidados então se dirigem para um carrinho que corta a cidade sobre trilhos, e a medida que a igreja vai se esvaziando, observo o caixão sendo carregado para dentro, por homens de terno que se misturam com os amigos e familiares dos noivos. saco minha câmera e tiro uma foto.

há então um outro corte, e agora estou num quarto com uma das minhas amigas. ela está deitada nua sobre a cama, e diversas maçãs espalhadas compõem o cenário. tiro outra foto.