Drömma

aisling . dream . rêve . sogno . sonho . sueño . traum . śnić
Drömma Dreaming Logger — Coleção de Sonhos — Sonhário
/ li

Estava morando num apartamento grande e antigo, meus primos estavam lá, uma antiga colega de escola, CLO passava ali. Fomos descer para sair e antes fui ao banheiro, que tinham vários vasos sanitários. Fui escolher um e vinque todos estavam cheios de coco, com cheiro horrível. Desci para ir conhecer a linda já que tia NCV inaugurava, na galeria do comércio de Santa Maria. Logo saí com mos nha tia e ela me deu carona na nova bicicleta motorizada que tinha comorado, Ainda meio desajeitada para andar.
Cíclico entre Poa e Paris / li

Eu estava no centro de Porto Alegre e meu marido pediu para eu ir ver se tinha uma pracinha perto. Caminhei e me deparei na Feira do Livro e numparque muito bonito. Anoitecia e entrei num túnel e ao sair vi que estava em Paris, nas com algumas alterações, como a torre de Saint Jacques estava dentro do rio Sena e outros monumentos em local diferente. Caminhei pela ilha de Saint Louis e encontrei uma velha senhora parisiense que me mostrou seu apartamento, que era um bar-café charmoso desde a década de 20 do século passado. Sentei num banco na calçada e Z estava ali, e ao mesmo tempo ele era o meu marido e eu falava para ele que tinha sonhado que estava em Porto Alegre e ele me pediu para eu ir ver se tinha uma pracinha perto. Caminhei e me deparei na Feira do Livro e numparque muito bonito. Anoitecia e entrei num túnel e ao sair vi que estava em Paris,(...) -continua novamente o início deste sonho-
Perfurada / li

Amanhecia, tocou o interfone e era engano. Deitei rapidamente na cama da minha mãe e de repente senti dores, e vi que eu tinha deitado em cima de uma colcha Branca, toda alinhavada com alfinetes, que penetraram no meu corpo. Comecei a retirar, tinha nos olhos, pés, enfim, em todo corpo. Pedia ajuda da minha mãe, mas minha voz não saia. Outras conhecidas ajudaram. Comecei a ver pregos e muitas coisas pontiagudas pelo meu corpo.
Perda dolorida / li

Pelo facebook minha cunhada escreveu que meu cunhado havia falecido. Não acreditei e vi surgir na página dele postagens sobre sua morte. Senti perdida e muito, mas muito triste e vazio.
Menino / Avê

Eu estava tomando banho e um menino loiro com cerca de dez anos estava alí parado dentro do boxe com o olhar perdido. Eu sentia como se ele estivesse comigo e me acompanhava há muito tempo. Nessas noite acordei com meu gato andando sobre a cama, algo que ele nunca faz. E com sentimento de que esse menino precisava ir embora.
Miçangas de amigos / Avê

Sonhei que encontrava vários amigos em uma expo de arte. Alguns tinham recém voltado de um residência no campo e tinham um estilo de se vestir meio maio de 68 com estampa de oncinha. Todos estavam muito animados e começaram a me abraçar e dançar. Todo mundo usava pulseira de miçanga e nos enroscamos tanto que eu me sentia envolvida em muitas miçangas enroladas. Quando eu consegui desfazer o nó todo mundo sumiu. Eu fui depois num Mac Donald's coreano gourmet, peguei um Soju e falsifiquei o valor na ficha pra ficar mais barato. Depois voltei na exposição e um amigo estava pegando restos da exposição que eram mapas mundi coloridos.
Mariazinha e os Salmos / li

Eu estava com minha prima DRM e ouvimos uma voz que era a de Mariazinha Penna, e DRM dizia que sua voz era bonita, meio rouca e eu não entendia, pois Mariazinha já havia falecido há décadas, e pensava se era uma gravação. A voz dizia para lermos os salmos 126 e 130, da Bíblia. Logo vi minha falecida tia B com um terço na mão, bem jovem e sorridente.
Tentando sair / li

Era madrugada e eu estava acordada em casa. De repente fui na janela do quarto da frente e olhei a rua, me deparei com uma cratera se abrindo na rua. Comecei a juntar uns pertences importantes para ir para um hotel. Estava difícil juntar tudo. Tentei acordar a família para sairmos e logo chegou a cabelereira do prédio, vinga nos contar que estava apaixonada por um jovem de 39 anos.
Anjos do ballet e Mc Donalds / li

Estava na cozinha com minha filha e outra criança e uma parte da parede não tinha azulejos e ali apareceu uma centopeia colorida grande, de uns 30cm. Matei com chinelo e suas partes pulavam sobre nós e eu tentava nos proteger. Sai no corredor do prédio e vi que no apartamento do lado havia aberto um mc donalds e meu vizinho estava trabalhando ali na madrugada. Vi uma mesa com mil shake velho.Logo era domingo de manhã e fui levar minha filha na igreja que tinha ballet também, as meninas se vestiam de bailarinas com asas de anjo. Para entrar na aula elas subiam numa vara e eram erguidas até o outro lado do muro e pessoas diziam que elas eram anjos, não caiam.
fui pro egito / cauli

Chegamos ao Egito, com pessoas conhecidas, algumas mais e outras menos queridas. O visual era bonito no início, umas vista de cima no deserto, com um carro tipo Jeep levando a gente.

Dava pra sentir o calor quando a gente saiu das montanhas de areia e chegamos em um vilarejo. Íamos em dois carros, e o nosso foi o primeiro a ver as casinhas.

Entramos na cidade devagar, a estrada era feita de pedras grandes e areia, e a arquitetura era rústica e me lembrava um pouco arquitetura colonial brasileira como de Ouro Preto, só que um pouco mais corroído pela areia.

Andamos mais um pouco e decidiram que a casa que íamos ficar era um lá na frente, à esquerda. O calor estava forte. Outros 2 carros entraram na frente e desceram para uma garagem, e o nosso ficou em cima, em uma rampa logo antes da porta.

Entramos na casa, e nem cheguei a ver o dono dela. Sei que a casa era impressionante, mas só fiquei em uma espécie de jardim de inverno que dava para um "outro lado" exterior. Lembro de ter ficado "na sombra" e sentir frio, e quando eu ia para o lado externo, sentia um calor de 45 graus. Eu pensei: Sempre soube que no deserto era quente, e de noite era frio, mas não sabia que a diferença era tão grande. Algumas pessoas que estavam comigo notaram a mesma coisa, outras não se importaram tanto.

Percebi então que o lado de fora tinha grama, e umas montanhas lindas. Resolvi que tinha que tirar uma foto daquilo para minha mãe. Então eu saí e fui caminhando e subindo uma pequena montanha. Todas as montanhas ao redor tinham topos bem arredondados. Num vale atrás de mim tinha uma pequena casinha que parecia ser uma igreja, em uma profundidade bem incrível, mas eu queria tirar foto das casas ao longe, no topo da montanha. Eu já não sabia pra onde o deserto tinha ido, acho que era uma casa bem na transição entre deserto e grama do Condado dos Hobbits.

Enquanto eu tentava tirar foto, veio um border collie como a Sofia de longe me atrapalhar/brincar comigo (branco/cinza e olhos estranhos claros). Aí vieram mais 2. Não consegui tirar a foto.

Sei que eu estava com alguém que eu amava lá, não lembro quem. Ela estava mais pra frente, voltou. Tirei umas fotos de uma quadra de futebol que tinha ali do lado, com uns chinelos estilo havaianas no canto da quadra. Pensei "nossa, a gente acha que é tudo diferente, mas isso parece muito com o Brasil"