Drömma

aisling . dream . rêve . sogno . sonho . sueño . traum . śnić
Drömma Dreaming Logger — Coleção de Sonhos — Sonhário
Deputados conhecidos / dmtr

Sonhei que me interava que Bat Z. era candidato a deputado federal. achava muito low profile pois ele nunca havia mencionado em nenhuma conversa nem em redes sociais, parecia um pouco chique separar a vida política da vida normal.
E logo descobria que o Marcos G. havia se candidatado também logo depois.
Paris com muitos lugares. / li

Eu estava na Unifra e de repente me confundiram com uma fotógrafa famosa. As pessoas falavam sem parar e eu não conseguia falar que não era a tal fotógrafa. Tentava ir embora, mas me perdia com a saída. Encontrei MDV , e conversamos muito, parecia como se fôssemos namorados, mas logo ele cometa fazer uma performance sexual no restaurante, muito inadequada e violenta e resolvi sair. Atravessava ruas, cercadas de paisagens verdes, com gramados lindos. Cheguei num local que parecia a rua André da Rocha com a av. João Pessoa de Poa, e logo percebi um prédio muito alto, estilo chinês. Fui para perto para fotografar, mas anoitecia e tinha um jovem que ameaçava e percebi que eu estava em Paris. Eu caminhava e via ruas com ladeiras íngremes, pareciam ter 90graus! Uma moça vidente é desconhecida se aproximou e retirou meus cristais radionicos do pé, pq dizia que não eram boa coisa.
Logo cheguei em uma praia, e logo vi um castelo, era no litoral da França. Vi FVC do meu lado e comentei que no castelo havia um restaurante ótimo. Entramos e minha filha sentou na grande mesa e comia sopa. A dona organizzava tudo metodicamente.
Polvinho e titanic / Lua

Sonhei que ia fazer uma excursão com a faculdade mas me atrasava e tive que ir sozinha até o local. Chegando lá, as pessoas tinham que passar por várias catracas simultaneamente, o que deixava tudo mais lento e meio enrolado porque elas ficavam todas juntas, como um obstáculo. Eu ia por último e o segurança me dizia que eu devia passar com as costas abaixadas, numa posição similar a do Keanu Reeves, em Matrix.
As catracas eram a entrada pra uma espécie de realidade utópica. Quando entrei, me vi em uma praia paradisíaca num dia ensolarado, acompanhada de uma mulher e um homem. Quando passei a mão na água, vi que um bichinho grudou nela e se parecia muito com uma estrela do mar, mas ao tentar tirar ele, vi que na verdade era um pequeno polvo. O homem que estava comigo tirou o polvo com cuidado pra colocá-lo de volta na água.
Reparei que atrás de mim havia uma porta e quando eu a abri pra ver o que tinha do outro lado, me deparei com o cenário noturno de um cais. Me emocionei ao ver que o Titanic estava parado ali e automaticamente eu começava a ouvir o instrumental de "My heart will go on", da Celine Dion.
Entrei deslumbrada no navio, passei pelo salão onde serviam o jantar e subi algumas escadas pra ir pra parte externa.
Eu avistava a famosa grade branca na ponta do navio e mesmo com a chuva que começou a cair de repente, eu filmava o caminho enquanto andava em direção a grade. Chegando lá, encontrei a Larissa, que pedia pra tirarmos uma selfie e eu recusei por medo de deixar o celular cair na água.
Amanhecia um lindo dia e eu acordei no momento em que a buzina no navio tocou.
The cutest dream ever / Lua

Sonhei que estava me sentindo triste e então me mandavam uma mensagem no celular dizendo que iam me encher de carinho. Eu sorria e quando olhava pra frente, via a pessoa parada com o celular na mão, abrindo os braços e dizendo "você é tão especial, vou te dar amor", e aí, o celular despertou. Não queria ter acordado.
The Purge / Lua

Sonhei que ainda morava na antiga casa com a minha mãe.
Surgia a notícia de que um presidente xpto era eleito e que tinha mandado explodir alguns bairros de SP. Dito e feito, o nosso bairro e nossa casa eram explodidos. Por sorte, eu e minha mãe não estávamos lá. Fiquei procurando roupas e alimento nos escombros da casa pra gente poder peregrinar por um tempo e encontrar algum abrigo, porque aparentemente o país havia ficado num caos parecido com o do filme "The Purge".


eu tinha chamado o Vitor pra sair mas ele não me respondeu. uns dias passaram e ele me chamou pra sair, também esqueci de responder. ele me disse que o Douglas contou que eu estava viajando, eu confirmei, mas que já havia chego de viagem e queria vê-lo.
Presa / li

Eu arrumava um apartamento antigo e grande, ia receber convidados. Pedi para minha mãe lavar copos. Entrei num quarto com minha mãe e vi uma cobra bege em pé. Faleinpara minha mãe e sentimedo, não sabia colo sair dali. Logo a cobra se enrolou na minha perna e minha mãe não me ajudava. Eu tentava gritar e a voz não saía.
perfumes derramados / li

Abri meu guarda-roupa e vi que somente meus perfumes Chloe estavam caídos e vazavam.
Pássaros escondidos / li

Estava num apartamento grande com minha mãe e outras pessoas.. havia uma sacada grande e fomos trocar de pugarbuma mesa grande. Dentro da sala, achamos bancos e ao vira-los, senti cheiro ruim, vimos que havia uma toca com dois passarinhos ali dentro. Não sabia como viveram ali dentro, e senti medo. Pedi para minha mãe tirar eles dali.
Yoko e encontro / li

Era uma manhã cinza, a chuva havia parado e caminhei para a beira de um rio, sentei e com outro homem junto esperávamos a Yoko Ono chegar, havia algo para resolver sobre seu pai. E sentia que havia comido muita comida, muito arroz. Logo eu já caminhava pela rua Lima e Silva com a República, em Poa. Parei em uma van de lances e conversávamos sobre direitos trabalhistas. Parei na esquina para amarrar os tênis e alguém gritou o nome de Z. Olhei em volta e vi Z caminhando, e ele me olhava curioso. Ele seguiu cainhando e me olhava a todo momento. Eu ia para casa e tentava lembrar com quem minha filha havia ficado, se havia ficado sozinha, não lembrava. Vi Z na janela de u edifício.