Drömma

aisling . dream . rêve . sogno . sonho . sueño . traum . śnić
Drömma Dreaming Logger — Coleção de Sonhos — Sonhário
Onde Anda Você / Lua

Sonhei que estava num estúdio vendo Quarteto em Cy e Vinicius de Moraes cantando ao vivo "Onde anda você".
Tinha alguém deslumbrado ao meu lado e eu dizia sorridente que era muito legal ouvir o Vinicius de perto e que achava essa música belíssima.
Patinho querido e poderoso / Lua

Sonhei que minha antiga casa flutuava porque tinha algo como um dirigível de madeira amarrado dela. Outras pessoas que também tinham uma casa-dirigível ficaram com inveja e quebraram nossas madeiras.

Meu irmão colocou um guarda chuva preto que flutuava com o vento em frente a porta e isso fazia a casa inteira voltar a flutuar também. Achei muito legal mas o guarda chuva estava meio quebrado e ficava fechando sozinho toda hora.
No mesmo instante eu recebi um pequeno pacote com um manual de instruções dizendo pra eu pegar o pato, enrolar num paninho quente e deixar ele perto do guarda chuva porque isso iria resolver o problema.

Abri o pacote e dentro tinha um filhote de pato amarelinho e muito carinhoso.
Fiquei muito afeiçoada por ele e depois de fazer carinho, eu o enrolei num paninho quentinho e coloquei com cuidado ao lado do guarda chuva.

Enquanto o pato se sentisse querido e quentinho, tudo ia flutuar bem.
DNA / li

Conversava com pesquisadores sobre meu DNA mitocondrial e logo eles começaram a atribuí-lo ao das chilenas, e eu comecei a explicar que não tinha nenhuma relação com o Chile. Mas fiquei curiosa de não haver nenhum registro de pesquisas do DNA chileno. Era noite e saí para a piscina de casa, logo avistei minha filha correndo e se jogando na água, na parte funda.
Compras Adidas / li

Eu caminhavabpela cidade e de repente avistei o posto Bambino, na avenida Dores de Santa Maria, mesmo não estando nessa cidade. Na calçada, em frente do estacionamento haviam montado uma loja da Adidas eflui procurar um casaco. Os modelos não tinham meu tamanho, mas encontrei uma bolsa que gostei e comprei. Logo, eu já estava dentro do apartamento do prédio do local, ali moravam os vendedores, que eram jovens estudantes e eu tentava pagar, mas a máquina de cartão não funcionava e ninguém parecia interessado em resolver. Eu falava um mix de línguas, misturava português, francês, inglês e espanhol e por pouco tempo, os jovens saiam da apatia que estavam. Vi que anoitecia e queria ir buscar minha filha, e resolvi dizer ir morava ali perto e voltaria na segunda-feira para pagar.
/ ????

eu morava num apartamento subterrâneo cujo formato côncavo impossibilitava a existência de janelas, fazendo do ambiente um lugar fedido e úmido. de qualquer forma, eu estava para hospedar a isa, que chegaria de florianópolis com vários outros amigos, muitos dos quais eu desconhecia. ela chegava à minha casa e eu me surpreendia com os seus cabelos, que eram agora longos e muito escuros. depois de todos estarem devidamente apresentados e instalados, reolvíamos sair para comer e dar um rolê, mas a minha mãe chegava sem me avisar e dizia que ia passar a tarde lá. eu comentava que estávamos saindo, mas ela não se importava ou parecia não entender que ela não deveria estar ali. um dos "amigos" da isa, um cara um pouco mais velho e alemão, de repente desistia de nos acompanhar também e ficava em casa, estava cansado. nós dávamos nosso rolê e quando voltávamos para o meu apartamento, percebíamos que ele e minha mãe estavam tendo um caso.
Dislaxia na parede / li

Estava no meu antigo quarto, na casa da minha avó e meu marido chegava. Conversamos e ele falou que tinha aderido ao movimento #elenão e eu ri muito. Logo ele estava deslumbrado com futilidades de moda e vi que ele era também Z e senti triste. Na parede do meu quarto tinha um papel pendurado com fita adesiva, que dizia que eu era linda, assinado por MK. Na parede estava escrito “dislaxia “ e tentei entender o que significava.
Encontrando sheiks e kiwis / li

Conversei com BBF e ela falou que estava com câncer e fazia tratamento. Noboutro dia estávamos na escola Coração de Maria e fiquei sabendo que ela havia morrido e que , naquele momento acontecia seu velório. Vi sua filha e sua mãe ali, sua mãe magra e a filha YF acreditando que a mãe iria voltar. Senti maior tristeza do mundo. Anoitecia.
Voltei para casa da minha avó e no caminho encobtrei minha tia paterna, que vendia lanches e frutas na rua. Comentei que só não gostava de kiwis que ela vendia, mas o resto era ótimo, e ela falou que se eu a procurasse mais, ganharia lanches.
Fui para casa da minha avó e lá eu me arrumava. A campainha tocou por duas vezes e eram dois sheiks árabes que vinham me fazer propostas de casamento.


Farmácia no subúrbio / li

Comecei um trabalho em uma farmácia que era de LV, fica numa Eritreia de Gravataí ou Alvorada. Entrei no primeiro dia de trabalho e ela me tratou mal,indiferente, não falava nada. Vi que LV estava com os cabelos crespos e procurava uma gaveta para guardar minha carta de apresentação. Havia outra funcionária e fui perguntar coisas para ela e vi que havia mais três peças atrás do balcão, cozinha, depósito e um corredor com cama e guarda-roupa, tudo muito sujo e escuro. No meio da cozinha e dno depósito havia um vaso sanitário, um deles era extremamente sujo com restos de fezes secas até sua borda. Saímos fora e havia como uma festa na rua, e LV foi atrás de um homem. Anoitecia e tentei ir embora, mas não havia ônibus nem táxi por ali. O lugar tinha muitos marginais, que roubavam descaradamente. Logo vi LV com JG, e ela era criança, mas se beijavam calorosamente. A esposa de JG, VV, estava por ali eduquei preocupada se os visse. Tenteicarona com uns rapazes. Olhei em volta e o lugar ficava em cima de cânions, com paisagem bonita. Vi um marginalizados roubando moedas da mochila de LV e guardei-as.
Cenouras orgânicas / li

Estava num sobrado antigo, e logo familiares de MSP chegaram, iamosbpassar uns dias por ali. MSP me falou que vendia cenouras orgânicas e encomendei. Ele me mostrou se eu queria mini ou normais, pedi normais, mas quando trouxe vi que eram muito pequenas e poucas. Seunpai estava dormindo numa cama na dá-la, e eu precisava trocar os lençóis, pois em um eu havia babado muito. Logo chegou seu irmão e o abracei e dei meus pêsames pela morte de seu pai, e MSP veio junto e nos 3 nos abraçamos. Logo mais 3 3 homens vieram me abraçar, um era o jornalista CarlosNascimeto, junto do seu irmão e outro desconhecido, quando me dei conta que não havia motivos para abraçá-los. Logo vi LPD caminhando com uma amiguinha pelos corredores, e. Depois vi ADF com outra amiguinha e senti triste que não procuravam minha filha. Mas após, ADF veio até nós e brincou com minha filha, mas ela estava diferente e não tive certeza se era ela ou outra criança.
Fui ao mercado e no caminho tinha que escolher um nome de menino e escolhi Isaac Daniel.
Fui para o pátio e minha mãe disse que tia L. Deveria colocar uma placa de agradecimento na frente da casa, pois ia receber 101mil de dinheiro de imposto. No pátio havia dois cachorro de repente um estava com fome e veio até mim. Ele abocanhou meu bráctea não soltava. Queria sair e não consegui. Até que vi que era forte, tentei dobrar sua pata e não consegui e o cachorro veio se defender, e tentou morder meu rosto-pescoço.
Ritual / Lua

Sonhei que tinha que fazer um ritual por algum motivo muito importante que eu não lembro qual era, mas minha saúde mental e minha vida dependiam disso.
As pessoas pediram que eu ficasse nua e cortasse um pedaço do meu cabelo. Segurei a franja, cortei com uma faca muito estranha e coloquei os fios num pote que ficava num altar.
Não me lembro como terminou.