Drömma

aisling . dream . rêve . sogno . sonho . sueño . traum . śnić
Drömma Dreaming Logger — Coleção de Sonhos — Sonhário
Lola
de
que
a
o
um
eu
com
uma
me
para
do
não
estava
em
era
mas
havia
na
se
da
no
ele
minha
os
meu
por
muito
ela
as
tinha
disse
como
ao
mais
casa
pq
pessoas
amiga
nos
eram
onde
O
lado
ter
ainda
dos
estavam
é
fiquei
repente
até
dei
qdo
fosse
conta
medo
vez
bem
queria
noite
algo
pela
das
outro
ia
dia
dentro
volta
ficava
todos
fui
ser
tive
ficou
meus
ver
espécie
sobre
parecia
chegou
aquilo
eles
feito
dois
mesmo
mim
meio
tds
foram
perguntou
encontrei
pensei,
antes
nada
ir
cima
tb
aquela
algum
pra
onda
uns
água
show
td
cara
nem
quem
nas
precisava
parede
anos
olhos
tudo
elas
entre
sempre
banho
janela
qual
coisas
grande
gata
ali
muita
chegar
seguida
olhei
festa
pátio
outra
amarelo
fora
algumas
pouco
usava
amigos
cama
alguns
hora
porta
quis
começaram
iria
ficar
barriga
caminho
praia
várias
seria
criança
tentei
frente
dizendo
casal
sonho
pessoa
igual
peguei
apenas
assim
dava
barata
sabia
ônibus
durante
ninguém
comprar
sido
olhava
retiro
qualquer
chorava
teria
falava
passou
gosto
rio
pão
chão
acordei
comer
depois
comecei
menina
freiras
mostrou
deixado
pulgas
tínhamos
diziam
contou
teriam
tem
fome
mão
nuvens
são
gostava
fotos
tomar
pensava
deles
trabalhava
gostou
indo
shopping
nós
conseguia
ligou
jeito
poderia
estivesse
prédio
toda
continuava
treino
alguma
desse
superiores
estou
olhou
haviam
começar
tempo,
disseram
pânico
Jack,
rosto
máscara
cobertura
lá.Era
poeta
cidade
vou
acordar
parava
pulmões
Grande
doce
doces
tomando
três
passavam
tentavam
ficavam
estudantes
sair
tentar
entrada
todo
faríamos
Praia
alojamento
faculdade
pãezinhos
dele
pelos
maquiagem
livros
direito
bar,
jantar
convidou
puxou
tomado
usando
personagem
grandes
pediu
certeza
Estava
animais
pacote
apareceu
atravessar
prato
freiras,e
imaginando
atravessou
imagem
este
branca
boca
primo
visita
vergonha
caso
braço
corria
celular
urgência
encontra-la
voltando
filme
chegamos
final
mar
imensa
rápido
parte
dado
sangue
trazia
menos
pulavam
indignada
feliz
ficado
amigo
tempo,então
graduação
reconheceu
escutar
daria
conversar,
escapulirUm
chato
contente.Estava
mais,saía
correr,não
adiantava
Abismo.Tive
aquilo,senti
cerveja
Segredo
nojento,não
encontra-lo
garçons
catarro
ex-colega
encolhi
gosma
garçonete
chegando,com
adjacentes
praias
torcendo
lados
atingir,mas
houvesse
bêbada.Um
dito
continente,parecia
ruim
rua,correndo
mesmo.De
acabado
muito,muito
cerveja,
impacto,mas
esperar
nada.O
força,e
invadindo
tirei
casaria
acalmassem,pois
santa
adolescência(qdo
volta.A
tosse
0
morrer
sangue.As
teclar
alimentada
algodão
mundo
filha
mantinham
imaginarmos).Ele
sorriu
estendeu
álbum
demônio
fundos.Chegando
dela.Eu
Torres.Torres
imensa,como
pintar
costa,mas
avançando
faço,
expectorar
luz
suficiente
enxergava
apartamento,em
privacidade
Sul.Qdo
borrava,
carregados,comecei
insisti
consegui.De
Rio
balneário
deles,então
espelho,
máscara.Um
amarelada
muito,no
colocaram
bar,os
sólido,era
rapaduras.Meu
cheia
om
estavac
bruxas
queimadinhas,e
jantamos.Qdo
mensagens
cocada
comer,pq
voz.Os
cocadinhas,mas
cozinha
rapadura
Estranho
cuspir
abóbora,
nojeira,comecei
deitados
natal
assar.Ele
pus
pães-de-queijo
pedaços
bolo
comia
pensei,se
negras,me
bolo.Enquanto
dormir
pedaço
espera-lo
parar
fumar.Eu
manchas
abastecido
horríveis
fome.Fiquei
puxado
ofereci
teclando
Mundo
Burton.Me
escancarado
acabou
apreensiva
fotografias.Havia
champagne.Peguei
voz
violão,
bolachas
agressivo
sacana.O
vontade
avó.Tive
falecida
desafetos
meus,
alcançar.Eu
esperança
chorava,e
prado,e
palco
Tim
haver
comi
ali.Terminei
passado
trabalharia
insetos
brigar,meu
rapadura,e
biscoito
treinar
dentro.Mesmo
saindo
seguinte.A
animada
apresentaram
dono,
cuspia
prateleira
alguma.Na
pulmões,eu
rapaduras
tanto,e
loiras.Passei
poderíamos
casa,mas
investigar
tia,e
atarefados
preparativos,menos
tia
chamadas
inteira.Eu
principal
assustada,elas
eles.Haveria
enfeitava
preparativos.No
fileira,fiquei
barranco
picadas
pessoal
padaria
círculo
cesta
fila,em
picassem
supervisionava
organizadas
ligando
encadernações,mas
mulheres
dormiam
lugares
separados,ela
serpentes,piran
raso
dela,eu
chorava,ela
viajar
sim,ela
Virgem
preciso
espalhados
estropiados
cantos
bibliotecas
sangue.A
paredes
Maria
antigos,com
lindas
acalmasse.Jovens
homens
picadas,como
pãozinho
público
"prestar
últimas
homenagens".Qdo
felicitavam
caixão
aberto
abriu
levantou.Ele
abraça-lo
velório
Lebowski,com
comprida
cabelos
longos
desgrenhados.Qdo
levantou
caixão,sorrindo
mim,todos
ficaram
surpresos,mas
causa.Eu
barba
creme.Peguei
tv.Houve
nisso
fileira
sim
gatinhos,muito
filhotes,amarelinhos,e
cujas
costas
feitas
trazidas
creme.Então
enojada
rádio
cuspi
mastigando,era
macio
aclamavam
doce,mas
engolir
gatinho.Um
cantada.As
morrido
medo.Abracei
heroína.As
mar.Minha
economia,e
improvisado
recebemos
notícia
manhã,eu
extra
inventário
reformar
lj.Todos
funcionários
universitários
loja
Belas
ocupava
shopping.Ficamos
revoltados
avisamos
beira
mandavam.Correu
rumor
vingariam.Então,qdo
começávamos
acontecido.Qdo
graves
rio,cedo
estruturas
cobras
Mega
desconhecia,
chegaríamos
meio-dia
Paris
Hilton
humpf,
acordado
unhas
logo,
resolvêssemos
Store
quente
Sabe,
prometia
casada,
juro
casava
vc,
verdade!Eu
recuei.O
Saraiva
assim:
biblioteca
margem,que
portas
lados,alguns
táxis
sisudas
outras
humoradas,e
jogados
jovens,alegres
noviças.Havia
propositadamente
atropelados.Consegui
simpáticas.A
"divina".Minha
certa
recebendo
perseguidos,na
recebiam
trincheiras,muitas
feridas.Uma
incomodadas
venenosos.As
perigosos
proteção
suspensas
fugir,pessoas
chegávamos
despencar
teto
fõssemos
sair,muitas
dias,estávamos
gravemente
feridas
mortas.Pulamos
entulho
desses
rua,tentando
seguimos
multidão
aterrorizada.O
Shopping
mim.Num
madre
prédios
campus
central
UFRGS.Qdo
ruas,uma
microfone,