Drömma

aisling . dream . rêve . sogno . sonho . sueño . traum . śnić
Drömma Dreaming Logger — Coleção de Sonhos — Sonhário
xandre
que
a
um
de
o
para
uma
estava
com
tinha
eu
minha
quando
meu
na
mais
em
no
da
ele
do
não
me
era
fui
vi
muito
casa
ela
pois
se
onde
começou
os
rua
carro
até
fiquei
comecei
por
as
grande
pra
disse
ia
depois
dizendo
todo
falei
primo
ao
monte
ir
tio
foi
apareceu
todos
bem
pipa
nisso
peguei
mãe
seu
lado
fazer
prima
dentro
pai
ver
gente
cara
la
muita
veio
pessoas
tudo
ate
outro
cima
mim
falou
pegar
amigo
nada
toda
começamos
ficou
dois
parecia
perguntei
mulher
perto
parar
meio
frente
duas
quintal
homem
chegando
mão
dar
estavam
sala
entrei
dei
encontrei
cheio
direção
deu
chão
pelo
dele
iria
falar
tipo
medo
também
corri
tava
começaram
nos
sair
cachorro
cheguei
derrepente
correndo
correr
ali
enorme
jogo
como
indo
mesmo
embora
fazendo
bar
jogando
consegui
morei
dos
ficar
fazia
caiu
meus
perguntando
praia
mar
moto
entrou
todas
soltando
ficava
estranho
viu
saiu
atraz
chamei
assim
subir
perguntou
junto
hora
comprar
jogar
sai
muito,
rir
poder
cada
pessoa
rua,
cerveja
vez
cabeça
vendo
olhando
nossa
colocar
feito
falando
nem
volta
cidade
passou
muitos
chamou
qual
super
amigos
pediu
branco
mandou
descer
pouco
brigar
via
tentava
achei
sonho
tal
cheia
meninas
alguns
tentando
vinha
abri
portão
coisa
olhou
bicho
camisa
love
esquina
chovia
carros
gritava
parte
conseguia
rosto
tudo,
vento
dia
branca
sempre
nunca
coloquei
campo
pelas
sol
caminho
passava
ponto
noite
alguma
nome
Itajaí,
elas
fiz
barulho
preto
virou
dono
aquele
sendo
nervoso
chegar
futebol
tentou
outros
falava
engraçado
agente
infância
esse
comigo
parei
frio
mal
batia
cabelo
saia
televisão
pelos
embora,
minhas
sim
olhos
bom
ficando
querendo
demais
sumiu
suas
tomar
colocou
ouvi
maluco
arma
ondas
André
varanda
cadeira
saco
embaixo
algum
tiros
bebendo
pulava
quente
caia
eu,
quem
voltou
trabalhar
nossas
teria
subindo
tirou
maior
força
boca
buscar
Sandro
andar
banho
longe
som
mãe,
cair
alegria
vermelho
antes
contra
hora,
dentes
céu
louco
irritado
vida
ou
furacão
buraco
taco
enormes
trabalhava
so
parava
cigarro
numero
vezes
rodas
ex
passeando
descendo
gigante
encontrar
escadas
nesse
raio
burro
campeonato
puto
ficaria
loira
tomando
infancia
Mauricio
gritavam
tem
virei
lugar,
radio
abriu
levando
uniforme
oficina
olho
bairro
fora,
apenas
tempinho
abraçou
primeiro
mostrar
pescoço
avistei
varias
ria
parado
Alex
dançando
fugir
socos
conheci
parada
noitada
comida,
presente
outro,
afilhada
andava
sonhei
ajuda
recebi
pedia
hoje
mandando
mesmo,
pano
tampando
ônibus,
mostrava
anos
presentes
bomba
patas
bombas
assasino
defendia
sujas
cheias
matava
tarde
pousou
penas
tapa
bicho,
confusão
conhecia
freio
fechei
kombi
arvores
destruindo
maracanã
fumando
ajudar
entrada
ja
era,
acordei
motor
sei
trez
vermelhos
cobria
havia
procurei
segurar
monitor
plastico
forro
ruas,
rapido,
puxava
show
tumultos
ingresso
enganar
enterrado
fulano
tambem,
acompanhando
multidão
enterro
nunca,
cemitério
incrivel
gostou
lugares
clube
construção
brigas
funcionava
macaco,
doze
vida,
vieram
saudades
adiantava
sujar
onda,
trabalhando,
parados
seguir
visitei
sujo
anos,
escritorio
time
patas,
fatos
sangue
trazendo
jogador
carangueijo
facão
atual
explodiu
convidou
ato
manga
partiu
leão
bela
conversa
pendurado
rapido
avo
vendas
maravilhosa
vista
sentando
arrancando
gritos
tudo.
reconheci
metal
aceitei
inclusive
colégio,
Thais
apelido
cagar
Rosa
sangrando
voar
morreu
torcidas
parentes
vestia
briguei
decidi
trabalhar,
culpa
talibãtrabalhando
chocolate,
branquinho
mimosa
limpo,
quandoo
graxa
lançou
sujava
peças
oleo,
avião
piscina,
demitido
lamarke
agencia
duty
careca,
of
podendo
internet,
corvo
alcançou
passagens
azar
aéreas
mecanico
separei
call
xinguei
cresci
rodando
soito
Maua
quantas
arisco
perseguia
despejavam
sobrevoavam
aviões
explodindo
sugando
carangueijo.primeiro
exterminou
perguntavam
matando,
ouvimos
tiros,
receber
danada
morria
cabelo,
bonecos,
assasino,
vinte
magias,
consertar
guerra,
bilhateria
saimos
tapa,
pc.Tive
maconha
resfriado,
lotado
importava
caveira
vermelhossonhei
largava
volume
pé.estava
balançava
Cristiane
estavamos
enorma
identificar
fedorento
virar
banho,
organizadas
divertindo
dentes.meu
paz
sol,
bunito
pancadas
famoso
inimigos
morte
julgamento
lamber,
n
ums
plasma
malvados
condenação
inferno
predio
bondade
funcionando.estava
praticado
namoradas
tsunami,
vão
flamengo,
descobrir
nadar
jogamos
desepero
algas
desaparecido,
capacete
amor
morreram,
olhos.Sonhei
salão
festas
agua,
destruidor,
sercou
arrastado,
afogando
avós
faleceram,
pertences
peixe
kombi,
paraíso
sorrio
pega-la
farras
vampiros,
bagunças,
iluminando
materias
esquentando
crescendo
perigoso.dirigia
local.eu
destruir
casas.estava
repleto
penhasco
ninguem
falecido,
lingua
estranha,
normalmente
centena
137,
assustei
condenarem
novamente,
artilheiro
DEUS.
Infelizmente
itajai
oito
varios
estudei,
cabeçudas
lua
esquema
amava
craque
poluido
petroleo,
ocontra
estadio
Marcilio
Dias
iriamos
brasileiro
dificil
partidas
refinaria
ingles