Drömma

aisling . dream . rêve . sogno . sonho . sueño . traum . śnić
Drömma Dreaming Logger — Coleção de Sonhos — Sonhário
/ mikael

sonhei que estava numa sala de provas, tinha um quê de ENEM.
havia um clima descontraído em geral.
a Cata vinha de uma outra sala pra acender um cigarro, então o movimento de Cata me dava vontade de levantar também e ver o que havia por ali.
via Isabel sentada ouvindo um cara cantar uma cantiga que a melodia parecia música árabe, ou cigana, algo assim. ao mesmo tempo que eu via Isabel sentada, eu estava no colo dela, e trocávamos carinhos em nossos cabelos (como se eu ainda tivesse, já que estou careca), embaladas na melodia da cantiga que as pessoas daquela sala sabiam cantar. além do moço que cantava tão bonito, tinha também umas mulheres que cantavam. era muito lindo.
ser sapatão emociona Ney Matogrosso / mikael

Sonhei que tava numa sala de estar com o Ney Matogrosso. Eu tava falando umas coisas sobre esse existir no mundo como pessoa-sapatão. Meu sotaque todo tinha voltado muito. Ele me ouvia emocionado, rindo e me abraçava. Tinha mais gente ouvindo e compartilhando o momento, era um clima de amizades.
bafomé? / mikael

bafomé?sonhei que fazia amor com alguém
alguém que eu não sei quem é
e que tinha peito e pau

quando acordei vi que se associava à figura de bafomé
escarificação / mikael

escarificaçãovi uma mulher com uma escarificação no centro do peito, no mesmo lugar em mim onde existe essa dor dilacerante
percursos noturnos / mikael


sonhei que estava indo embora sozinha do centro, era noite.
entrava numa rua e ia começar a seguir, quando me dei conta de que um velho mendigo me seguia. ele parecia um chinês, meio sujo, esfarrapado. eu não sabia se ele tava me protegendo ou se tava me perseguindo. mudava de rua pra tentar pegar um taxi. não sabia se o dinheiro que eu tinha comigo ia dar pra pagar a corrida, mas achava que sim


também sonhei que caminhava na praia à noite, na areia. o mar tava de ressaca e tava puxando, havia muita força.
tinha duas pessoas conhecidas conversando, acho que era marina e mais alguém. chegava um casal hetero, cis com uma bebida de cor escura e oferecia pra gente. eu nao aceitava, a ressaca do mar que nos atravessava estava muito forte e eu dizia: preciso ir pra casa.
seguia sozinha